Receba Atividades

quarta-feira, 30 de dezembro de 2015

Déficit de atenção: 8 sinais aos quais os pais devem ficar atentos

O transtorno de déficit de atenção e hiperatividade (TDAH) é uma doença cercada de controvérsia. Por atingir principalmente crianças, muito pais enxergam problemas onde eles não existem — sintomas isolados são comuns nesta fase da vida. Também há quem não preste atenção ao conjunto de sintomas que a caracterizam: quadros de desatenção, hiperatividade e impulsividade de maneira exacerbada. 
Há um grande número de crianças com a doença, reconhecida pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Segundo dados da Associação Brasileira de Déficit de Atenção (ABDA), cerca de 3% a 5% das crianças brasileiras sofrem de TDAH, das quais de 60% a 85% permanecem com o transtorno na adolescência.
É preciso enfrentá-la cedo. Quando não diagnosticada e tratada, pode trazer sérios prejuízos a curto e longo prazo. Em crianças, é comum a queda no rendimento escolar, por causa de desorganização, da falta de paciência para assistir às aulas e estudar. Na fase adulta, o problema pode ser a causa de uma severa baixa auto-estima, além de afetar os relacionamentos interpessoais, uma vez que a pessoa tem dificuldades em se ajustar a horários e compromissos e, frequentemente, não consegue prestar atenção no parceiro.  
Confira abaixo oito desses sintomas que, quando aparecem com freqüência e em mais de um ambiente (escola e casa, por exemplo), podem servir como um alerta de que chegou a hora de procurar ajuda profissional.

DISTRAÇÃO
As crianças com TDAH perdem facilmente o foco das atividades quando há algum estímulo do ambiente externo, como barulhos ou movimentações. Elas também se perdem em pensamentos “internos” e chegam a dar a impressão de serem “avoadas”. Essas distrações podem prejudicar o aprendizado, levando o aluno a ter um desempenho muito abaixo do esperado.

PERDA DE OBJETOS
Perder coisas necessárias para as tarefas e atividades, tais como brinquedos, obrigações escolares, lápis, livros ou ferramentas, é quase uma rotina. A criança chega a perder o mesmo objeto diversas vezes e esquece rapidamente do que lhe é dado.

FALTA DE CONCENTRAÇÃO NA LIÇÃO ESCOLAR
Impaciente, não consegue manter a atenção por muito tempo. Por isso tem dificuldade em terminar a tarefa escolar, pois não consegue se manter concentrada do começo ao fim, e acaba se levantando, andando pela casa, brincando com o irmão, fazendo desenhos...

MOVIMENTAÇÃO CONSTANTE
Traço típico da hiperatividade, é comum que mãos e pés estejam sempre em movimento, já que ficar parado é praticamente impossível. A criança acaba se levantando toda hora na sala de aula e costuma subir em móveis e em situações nas quais isso é inapropriado. Para os pais, é como se o filho estivesse “ligado na tomada”.
BRINCADEIRAS E PASSEIOS AGITADOS
Existe grande dificuldade em participar de atividades calmas e em silêncio, mesmo quando elas são prazerosas. Em vez disso, preferem brincadeiras nas quais possam correr e gritar à vontade. Por isso costumam ser vetados de algumas festas de aniversário ou passeios escolares.
FALTA DE PACIÊNCIA
Tendem a ser impulsivas e não conseguem esperar pela sua vez em filas de espera em lojas, cinema ou mesmo para brincar. É comum ainda que não esperem pelo fim da pergunta para darem uma resposta e que cheguem a interromper outras pessoas.
DESATENÇÃO
Distraída e sem conseguir prestar atenção na conversa, dificilmente consegue se lembrar de um pedido dos pais ou mesmo de uma regra da casa. A sensação que se tem é a de que ela vive “ no mundo da lua”. É comum, portanto, que os pais acabem repetindo inúmeras vezes a mesma coisa para a criança, que nunca se lembra do que foi dito.
IMPULSIVIDADE
A criança com TDAH não tem paciência nem para concluir um pensamento. Assim, ela acaba agindo sem pensar e chega a ser impulsiva e explosiva em alguns momentos. Os rompantes podem ser vistos, por exemplo, durante brincadeiras com os demais colegas que culminem em brigas ou discussões.

Fonte: VEJA
Recomendo Curso de Educação Infantil

15 dicas para professores iniciantes


Hoje traremos dicas para os professores iniciantes, formados há pouco ou ainda estudantes de licenciatura ou pedagogia. Para entrar no mercado de trabalho, assim como em qualquer outra profissão, é preciso atitude.
Às vésperas da primeira aula, um professor pode ter algumas reações desagradáveis, como ansiedade e medo. O novo professor também pode acreditar que é tímido, e ter dúvidas quanto ao seu desempenho em sala.
Não importa quanto conhecimento teórico e preparação você receba ou tenha, apenas a experiência pode mostrar o que realmente significa estar em sala de aula como professor. Veja a seguir 15 dicas para professores iniciantes!
1 Não seja o centro das atenções
Os melhores professores são aqueles que guiam, dividem o que sabem, e não se tornam o centro das atenções. Os estudantes é que são o objetivo final de tudo.
2 Estude os seus alunos
Você precisa conhecer o seu grupo, saber quem são as pessoas que você vai ensinar. Os talentos, os defeitos, as riquezas.
3 Alunos podem procurar desafios desde que você dê segurança a elesA aprendizagem às vezes determina alguns riscos. Se você for capaz suficiente de dar segurança e confiança a seus alunos eles poderão seguir e correr estes riscos. Os alunos precisam saber que você confia neles e que eles podem confiar em você.
4 Excelentes professores são aqueles que ensinam com paixãoA diferença entre um bom professor e um excelente professor está exatamente na paixão com que eles atuam e não no conhecimento ou experiência. Paixão pelo material, pelo programa, pelo ensino. O desejo é contagioso.
5 Estudantes aprendem quando os professores mostram o quanto eles precisam aprenderOs alunos não têm a ideia exata do que é realmente importante e o que poderão ter de benefício com a aprendizagem. Será seu papel mostrar, dividir, ensinar e praticar com eles.
6 Mantenha o seu programa claro e simplesUma das grandes funções de um mestre é fazer as coisas complicadas parecerem simples. A grande ação de um grande líder é exatamente fazer com que seus seguidores lhe entendam.
7 Aprenda com os alunosAlgumas vezes, a melhor resposta que você pode dar a seus alunos é “não sei”. Ao invés de perder credibilidade você mostrará humildade e reconhecimento. Mas não se esqueça de pesquisar com eles e sanar a dúvida.
8 O ensinamento começa do coraçãoA melhor forma de ensinar não é uma fórmula, é algo pessoal. Diferentes pessoas ensinam a mesma matéria de forma diferente porque são diferentes e vêem o mundo de forma diferente. Nós ensinamos o que somos. O ato de ensinar requer coragem para explorar o sentimento de identidade.
9 Pare de falar, comece a escutarDê espaço para seus alunos se manifestarem. Isso mostra o valor que você dá a eles. A linguagem do escutar é muito importante e dá a você um feedback do seu programa.
10 Deixe seus alunos ensinarem uns aos outrosVocê não é a única pessoa com quem eles podem aprender. Eles também podem ajudar uns aos outros. Mantenha um ambiente propício para a troca.
11 Ensine de maneiras diferentesDentro da sala de aula há espaço para diversas estratégias de ensino e dinâmica.
12 DescanseVocê sempre vai encontrar novas coisas para fazer, por isso aprenda a estabelecer limites para o tempo em que permanece na escola.
13 Planeje e respeite seu tempoHá momentos para alunos, para reuniões e para os pais. Mas também deve haver um período pessoal, onde você possa ver e responder seus e-mails, almoçar, etc.
14 Faça contatos e aprenda
Bons profissionais
 estão sempre em busca de novas informações e oportunidades. Faça isso com uma rede de contatos e leituras diárias, por exemplo. Fique conectado com sites e outros recursos que ofereçam material relevante para seu desempenho.
15 Determine o que você avaliaÉ óbvio que os professores devem saber o que avaliam e quando avaliam, mas, algumas vezes, os educadores parecem esquecer ou perder o foco naquilo que devem realmente avaliar. Saiba determinar qual é a avaliação que você deve fazer, para quem, com qual foco e em que hora.
E você, conhece mais alguma dica? Comente!
Recomendo Curso de Educação Infantil

sábado, 12 de dezembro de 2015

Enfeites natalinos feitos com balões


Veja essas decorações de natal feitas com balões. As imagens foram retiradas da internet 







Recomendo Curso de Educação Infantil

Arte feita com balões

Confira essas dicas de arte com balão. Imagens selecionadas da página no Facebook Clube da Educação Infantil 













Recomendo Curso de Educação Infantil

sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Sete sinais de que o seu filho pode ter dislexia



Crianças com dificuldade de aprendizagem na escola podem ser vistas por pais e professores como desinteressadas e desleixadas. Mas as notas vermelhas talvez sejam sinal de dislexia, distúrbio que afeta a capacidade de ler e escrever. A condição afeta cerca de 5% da população brasileira, segundo o Instituto ABCD, organização social voltada a jovens com dislexia e outros problemas de aprendizagem. 

Veja fez um artigo apresentando 7 sinais da dislexia. Veja abaixo alguns sinais: 


- LEITURA LENTA E POUCO FLUENTE
- ERROS ORTOGRÁFICOS 
- DEMORA NAS CONSTRUÇÕES DE FRASE
- DIFICULDADE EM SEGUIR ORDENS LONGAS
- ESCRITA ESPELHADA
- FALTA DE CONCENTRAÇÃO
- DIFICULDADES COM NOÇÕES DE TEMPO E ESPAÇO


Esses sinais podem ser úteis para pais e professores identificarem alunos com esse distúrbio. A dislexia não tem cura, mas tem tratamento. O artigo completo pode ser acessado aqui  Recomendo Curso de Educação Infantil

quinta-feira, 10 de dezembro de 2015

Arte na escola: dicas de atividades


Confira essas lindas atividades que você pode usar na sua turma. Outras ideias você pode achar no Cantinho Pedagógico da sil no Facebook














Recomendo Curso de Educação Infantil

Arte com rolinhos de papel higiênico

Que tal usar rolinhos de papel higiênico nas atividades? Confira algumas ideias e faça com seus alunos. Mais imagens na página no Facebook Cantinho Pedagógico da sil. 



















Recomendo Curso de Educação Infantil

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Ideias divertidas para ensinar geometria

Confira essas ideias que o blog Atividades Ei preparou para você. A criança aprende diversas possibilidades com uma única forma geométrica. A aula de matemática poderá ser muito divertida. Outras imagens aqui 















Recomendo Curso de Educação Infantil

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

10 ideias com garrafas pet

Confira aqui ideias para você fazer com garrafas pet. As imagens foram selecionadas pelo blog Atividades Ei da página no facebook Cantinho pedagágico da sil.












Recomendo Curso de Educação Infantil