Receba Atividades

domingo, 24 de julho de 2016

20 EDUCADORES QUE TODO ESTUDANTE DE PEDAGOGIA DEVERIA CONHECER




Por Victor Lima
Com informações da Revista Nova Escola
Você sabe quem foi o primeiro pedagogo? Quem inventou a escola pública no Brasil? O criador dos jardins de infância? Logo abaixo responderemos essas e outras curiosidades desses grandes estudiosos que contribuíram de alguma forma para a educação atual.  

Comênio
Considerado o pai da didática moderna, o filósofo tcheco combateu o sistema medieval, defendeu o ensino de "tudo para todos" e foi o primeiro teórico a respeitar a inteligência e os sentimentos da criança



John Dewey
Foi um pensador que pôs a prática em foco, o filósofo norte-americano defendia a democracia e a liberdade de pensamento como instrumentos para a maturação emocional e intelectual das crianças



Hannah Arendt
Arendt é a voz de apoio à autoridade do professor. Para a cientista política, os adultos devem assumir a responsabilidade de conduzir as crianças por caminhos que elas desconhecem



Émile Durkheim
Durkheim foi o criador da sociologia da educação. Para o sociólogo francês, a principal função do professor é formar cidadãos capazes de contribuir para a harmonia social



Édouard Claparède
Foi um pioneiro da psicologia infantil. Édouard Claparède cientista suíço defendia a necessidade de estudar o funcionamento da mente infantil e de estimular na criança um interesse ativo pelo conhecimento



Ovide Decroly
Decroly foi o primeiro a tratar o saber de forma única. O médico e educador belga defendia a idéia de que as crianças apreendem o mundo com base em uma visão do todo




Florestan Fernandes
Fernandes defendia o ensino democrático. O sociólogo não só refletiu sobre a escola brasileira, apontando seu caráter elitista, como atuou pessoalmente em defesa da educação para todos



Célestin Freinet
Mestre do trabalho e do bom senso, o educador francês desenvolveu atividades hoje comuns, como as aulas-passeio e o jornal de classe, e criou um projeto de escola popular, moderna e democrática



Howard Gardner
Conhecido como o cientista das inteligências múltiplas. A idéia de que existem várias aptidões além do raciocínio lógico-matemático, apresentada pelo psicólogo, causou grande impacto nos meios pedagógicos



Emilia Ferreiro
 O nome que revolucionou a alfabetização. A psicolinguista argentina desvendou os mecanismos pelos quais as crianças aprendem a ler e escrever, o que levou os educadores a rever radicalmente seus métodos



Paulo Freire
O mentor da educação para a consciência  e mais célebre educador brasileiro, autor da pedagogia do oprimido, defendia como objetivo da escola ensinar o aluno a "ler o mundo" para poder transformá-lo



Friedrich Froebel
Pode ser considerado o formador das crianças pequenas.  Criador dos jardins-de-infância defendia um ensino sem obrigações porque o aprendizado depende dos interesses de cada um e se faz por meio da prática



Herbart
Responsável por organizar a pedagogia como ciência, o filósofo alemão do século 19 inaugurou a análise sistemática da educação e mostrou a importância da psicologia na teorização do ensino



Maria Montessori
A médica que valorizou o aluno.  Segundo a visão pedagógica da pesquisadora italiana, o potencial de aprender está em cada um de nós



Platão
Considerado o primeiro pedagogo, o filósofo grego previu um sistema de ensino que mobilizava toda a sociedade para formar sábios e encontrar a virtude



Pestalozzi
Foi o teórico que incorporou o afeto à sala de aula. Para o educador suíço, os sentimentos tinham o poder de despertar o processo de aprendizagem autônoma na criança



Jean Piaget
 O biólogo que colocou a aprendizagem no microscópio. O cientista suíço revolucionou o modo de encarar a educação de crianças ao mostrar que elas não pensam como os adultos e constroem o próprio aprendizado



Anísio Teixeira
Foi o inventor da escola pública no Brasil. O educador propôs e executou medidas para democratizar o ensino brasileiro e defendeu a experiência do aluno como base do aprendizado


Lev Vygotsky
Considerado o teórico do ensino como processo social, a obra do psicólogo ressalta o papel da escola no desenvolvimento mental das crianças e é uma das mais estudadas pela pedagogia contemporânea

Henri Wallon
O educador integral. Militante apaixonado, o médico, psicólogo e filósofo francês mostrou que as crianças têm também corpo e emoções (e não apenas cabeça) na sala de aula

Quer saber mais sobre esses pensadores e outros? Leia mais nessa matéria da Revista Nova Escola

Recomendo Curso de Educação Infantil